Como Fazer Uma Planilha de Gastos Efetiva Para Suas Finanças

Não sabe como fazer uma planilha de gastos?

Um dos principais erros ao tentar manter o controle da sua vida financeira e dos seus investimentos é a falta total do planejamento.

A melhor forma de manter o seu orçamento em equilíbrio é monitorá-las de perto! Coloque no papel e em planilhas o seu salário bruto!

Desconte os gastos obrigatórios (aluguel, plano de saúde, contas de energia e água…) e compreenda o que você pode gastar, quanto e para que lugares o dinheiro pode ser direcionado.

Feito isso, fica mais fácil entender em qual categoria de gasto o seu dinheiro pode (e deve) ser poupado.

Existem algumas opções de controle de gastos online que podem te auxiliar neste objetivo. Nestas, os dados podem ser diretamente transferidos do seu Internet Banking e em questão de minutos os seus gastos serão descritos e categorizados.

Uma outra forma comumente utilizada para organizar e estruturar as finanças são as boas e velhas planilhas!

Existem, na internet, vários modelos gratuitos disponibilizados para o seu conforto.

Talvez você até já tenha tentado organizar as suas finanças com aquela planilha-padrão que o primo do irmão da sua vizinha te passou, mas sem sucesso.

Tal tarefa se torna muito mais fácil com uma ferramenta personalizada que englobe os seus gastos de uma maneira que se adapte às suas necessidades.

Caso você deseje fazer a sua própria planilha de uma maneira que facilite a sua compreensão, confira os nossos passos de como fazer uma planilha de gastos!

Passo 1: Escolha a ferramenta

“ – Ué, mas como assim? Tem mais de uma? ”

Tem, sim! Estamos acostumados a achar que só podemos desenvolver planilhas no Excel, mas não é bem por aí.

Uma boa ferramenta online que podemos utilizar é o Google Drive, que além de possuir recursos semelhantes aos utilizados no Excel.

Além disso, ele ainda armazena as informações em nuvem, tornando a atualização facilitada através dos telefones celulares, por exemplo.

Logo, opte por uma das opções e siga o nosso próximo passo passa a estruturação.

Passo 2: Insira os meses e as despesas

Utilize as colunas, iniciando na coluna B (a segunda coluna, deixe a primeira em branco), da sua planilha para escrever todos os meses do ano.

Uma vez os meses devidamente descritos, liste todas as suas despesas mensais na coluna A (a primeira coluna que te falamos, no parágrafo anterior, para deixar em branco).

Liste atividades como: aluguel, conta de luz, energia, gasolina, alimentação, empréstimo, IPVA, seguro, plano de saúde, bares, boates…

Nota: ao listar todos os seus gastos na coluna A, lembre-se de escrever também “poupança”, mesmo que você ainda não esteja conseguindo poupar dinheiro. É importante deixar um espaço reservado para o dinheiro a ser reservado e investido.

como fazer uma planilha de gastos

Passo 3: Insira as receitas

Após descrever os seus gastos, dê atenção ao momento de descrever as suas receitas e ganhos mensais. Utilize os 12 meses que foram dispostos em “colunas” para citar essas fontes mensais de renda.

Por exemplo: salário, aposentadoria, aluguel, dinheiro recebido com trabalhos freelancer e etc.

como fazer uma planilha de gastos

Passo 4: Avalie as suas finanças

como fazer uma planilha de gastos

Através da fatura do cartão de crédito, lançamentos no cartão de débito, notas fiscais, saques em ATM e todo o material que puder encontrar, dedique-se a preencher as colunas com os seus gastos em cada mês que já passou.

Esse é um momento de disciplina e paciência, mas será essencial para você atingir o almejado equilíbrio financeiro.

Passo 5: Some

como fazer uma planilha de gastos

Esse é o momento de somar quais as suas despesas de cada mês cujos gastos foram descritos. Na última linha, insira a soma de todas as despesas anteriores.

Esse passo é crucial para entender se você está gastando mais ou menos do que ganha e começar a organizar a sua vida. O Excel possui uma fórmula para facilitar esse cálculo.

Passo 6: Avalie

como fazer uma planilha de gastos

Uma vez a sua planilha pronta com os ganhos e as despesas descritos de forma mensal e ordenada, você tem a oportunidade de avaliar como está, de ato, a sua vida financeira.

Os seus gastos estão de acordo com o seu orçamento ou mês após mês você está fechando os períodos financeiros no cheque especial?

Se você ganha, por exemplo, 5 mil reais por mês e apresenta uma distribuição de gastos que ultrapassa esse valor, é hora de reorganizar as finanças e projetar o seu alívio financeiro.

Se os seus gastos estão de acordo com o seu salário, o momento é de pesar em quais contas o dinheiro poderá ser mais poupado: a planilha proporciona esse tipo de informação de forma facilitada e visualmente clara.

Nota

De modo a fazer funcionar o seu planeamento em forma de planilha, é necessário ser fiel e honesto com os seus próprios gastos.

Pode, em um primeiro momento, parecer tentador omitir aquele sapato novo ou irrelevante citar aquele happy hour no bar. Entretanto, acredite que a fidelidade dos números com a realidade é o que faz toda a diferença no seu orçamento.

Considerações Finais

Como Investir na Bolsa de Valores

Em termos gerais, consideramos a planilha de gastos essencial para definir como está a saúde financeira. Além disso, ela permite saber exatamente o que precisa ser reduzido ou cortado.

Inicialmente, pode parecer trabalhoso e você pode achar que o resultado final não compensa as horas perdidas. Entretanto, se você for honesto e fiel na descrição dos dados, o resultado será uma vida financeira muito mais saudável!

Experimente fazer a sua planilha e controlar tudo aquilo que você gasta e colha os frutos desse passo simples de forma muito mais rápida do que você imagina!

Dica Extra: Mas caso você queira dar um passo a mais no aprendizado de finanças pessoais e ir direto ao ponto sem enrolação, tenho aqui um curso online do Gustavo Quadros. Lá você irá aprender como ter um melhor controle do seu dinheiro. Além de fazer sobrar no final do mês para começar a investir.

Convido você acessar a página do curso e ver maiores detalhes.

Este é o primeiro passo caso queira ter uma reserva financeira de 6 meses de sustento caso percam o emprego na Crise, sem precisar recorrer ao seguro-desemprego e FGTS, então este é o primeiro passo que você precisa.

Clique e saiba mais sobre o curso que tenho certeza que irá gostar.

Bons estudos!

Ebook Grátis: Como Investir no Tesouro Direto
Como Investir Com Rendimento
  • Passo a Passo como investir
  • Qual o melhor título para investir
  • Rentabilidade de cada título
  • Prática do início ao fim
  • Um das melhores aplicações atualmente
  • Saiba porque fugir da poupança