Como Investir em LCI e Maximizar Seus Rendimentos

O que é LCI

como-investir-em-lci

As taxas mais baixas de juros têm levado os investidores de renda fixa a diversificar o portfólio e aumentar os lucros. Um exemplo é investir na LCI – Letra de Crédito Imobiliário- que consiste em título emitidos por instituições financeiras do setor.

Para explicar de forma mais simples a LCI é um empréstimo de dinheiro que você faz a uma instituição. Os recursos do empréstimo serão destinados para financiar o setor imobiliário. Logo, quando você empresta dinheiro para uma determinada instituição, ela faz um “contrato” firmando quanto irá pagar de juros em um determinado prazo.

Um dos principais motivos  para investir em LCI é a isenção do imposto de renda por se tratar de investimentos que tem como objetivo financiar a expansão do setor imobiliário, área de grande importância para o país.

Há ainda a Garantia do Fundo Garantidor de Créditos que é uma entidade privada criada para proteger os investidores e garantir maior segurança aos investimentos, funcionando como uma espécie de seguro.

O FGC garante ao investidor o reembolso das aplicações feitas até o limite de R$ 250 mil por CPF, em cada instituição financeira. Por isso, se for investir mais do que o valor citado, é importante dividir os valores entre instituições financeiras para fazer valer o reembolso.

Aplicar em LCI dá ainda a vantagem do baixo custo de investimento  já que a maior parte das corretoras de valores não cobra taxa de custódia o que faz o custo de investimento ser quase nulo.

Riscos

Pode-se dizer que o risco da LCI é relativamente baixo. Se a instituição não puder lhe pagar, você conta com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) que irá lhe proteger para valores de até R$ 250 mil. Logo, podemos afirmar que o risco é baixo e semelhante ao do CDB.

Prazos para investir em LCI

Outro fato que você deve cuidar para investir em LCI é que ela possui um prazo mínimo para resgate, ao menos na LCI da Caixa, que é de 60 dias. Logo, ela não seria a aplicação mais interessante para um prazo inferior a 60 dias, pois você terá problemas de liquidez (transformar a LCI em dinheiro).

Vale a pena Investir em LCI?

como-investir-em-lci

Algumas Letras de Créditos Imobiliários  disponíveis no mercado continuam sendo boas opções de investimento, muito melhores que poupança, previdências ruins, CDBs e Fundos DI de baixo retorno e alto custo, nos quais ainda incide Imposto de Renda.

Veja aqui alguns critérios importantes a serem levados em conta na hora de selecionar uma LCI para investimento:

  • BANCO OU CORRETORA INDEPENDENTE

Para comprar uma LCI  é preciso fazer a operação por meio de um banco ou de uma corretora independente. Como são títulos de emissão bancária, dificilmente o banco vai oferecer o produto de um concorrente.

Por essa lógica, será mais fácil encontrar opções variadas em corretoras independentes. Não se paga para abrir conta em nenhuma delas. Importante é sempre pesquisar.

  • LIQUIDEZ

No auge da oferta, as LCIs apresentavam prazo mínimo de três meses até o vencimento. Atualmente, as poucas opções não têm tanta liquidez. Portanto, não devem ser usadas para aplicar o dinheiro de reserva de emergência.

Além disso, na grande maioria das vezes, as melhores rentabilidades estão em produtos com vencimentos marcados para médio e longo prazo. E não dá para tirar o dinheiro antes do período contratado.

Como Investir em LCI

como-investir-em-lci

  •  Defina seu objetivo

Parece óbvio, mas, acredite, muitos investem por “instinto” e acabam em operações que não condizem muito com seu perfil e com seus planos.Quando você colocar em um papel o motivo de sua aplicação, a sua finalidade e o prazo que pretende resgatar, será bem mais fácil identificar o título certo para você.

  • Estude as opções

Com a conta aberta e seu planejamento desenhado, chegou a hora de estudar as opções para investir em LCI. As corretoras oferecem diversos tipos de títulos, cada um com sua particularidade.

  •  Vencimentos

Pesquise sobre o vencimento da LCI. Essa é a quantidade de dias que seu investimento terá que ficar sob custódia do banco. Após essa data, ele está pronto para ser resgatado.

Algumas corretoras substituem esse valor pela data de carência e vencimento. Elas mostram as datas que o valor do seu título voltará para sua carteira

  • Rating e Agência

Essa pontuação, que é conhecida como rating, é a forma que organizações são classificadas de acordo com sua capacidade de pagar dívidas.

Se a instituição tem um bom histórico de obrigações, se tem uma boa saúde financeira e é considerada estável, ela terá uma boa nota. Os responsáveis pela classificação são conhecidos como agências de rating.

Estas agências classificam bancos, financeiras e até países em relação a seu risco de crédito.

  • Aplicação Mínima

O banco emissor do título determina o mínimo que você poderá investir para comprar o papel. Existem investimentos em LCIs para todos os bolsos.

  • Compre seu título

Investir atualmente é uma tarefa muito simples, todo o processo é feito pela internet. Após enviar dinheiro para sua conta (através de uma transferência simples), basta selecionar o título e clicar em investir.

  • Acompanhe seus resultados

Após comprar sua LCI ou sua LCA, recomenda-se ver de perto seus ganhos. Esta atitude não só tornará palpável seu investimento, mas também te dará a oportunidade de checar seu planejamento.

Novos investimentos poderão somar à sua carteira e te possibilitar conquistar seus objetivos em menos tempo.

Atenção:

Mesmo que a LCI seja isenta de Imposto de renda, é preciso declará-la no informe anual. Não só a posse do título, mas como seus rendimentos, têm que aparecer no acerto de contas.

Seja Um Investidor Inteligente!

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

Ebook Grátis: Como Investir no Tesouro Direto
Como Investir Com Rendimento
  • Passo a Passo como investir
  • Qual o melhor título para investir
  • Rentabilidade de cada título
  • Prática do início ao fim
  • Um das melhores aplicações atualmente
  • Saiba porque fugir da poupança