5 Dicas de Educação Financeira Pessoal Para Usar Seu Dinheiro de Forma Eficaz

5 dicas de educação financeira pessoal para usar o seu dinheiro de forma eficaz

Você odeia a sensação de quando “sobra mês no fim do salário”? Também não aguenta mais dizer que vai guardar dinheiro e começar a investir para garantir o seu futuro de forma segura e confortável?

educação financeira pessoal

Pois é, todos gostaríamos de ser financeiramente educados e saber exatamente quanto guardaremos em cada mês. Sem surpresas e empecilhos que se colocam entre nós mesmos e os nossos objetivos financeiros.

Mas economizar não quer dizer, necessariamente, cortar todos os gastos indefinidamente e viver a pão e água. Extinguir quaisquer formas de lazer porque você precisa “juntar dinheiro a qualquer custo”.

Se você é um leitor ávido dos nossos artigos e de outros materiais de economia e educação financeira, já deve ter entendido que há muito mais do que se pensa por trás de “poupar grana”: há planejamento, estruturação de prioridades, discussão de objetivos e etecetera.

No artigo de hoje, vamos dar dicas sobre como se educar financeiramente. Mas, como dissemos acima, não estamos falando em parar de comprar qualquer coisa: a palavra-chave desse artigo é eficácia.

Ao invés de inúmeros motivos que levarão você a se sentir compelido a simplesmente parar de gastar completamente (o que pode ser pouco saudável, pois sabemos que o rompante repentino pode levar à comportamentos compulsivos), vamos explorar como usar o seu dinheiro de forma eficaz.

“ – O que é eficácia? ”, você pode me questionar.

Pois bem, existem vários conceitos para a palavra. No Dicionário Houaiss, eficácia significa:

«1. Virtude ou poder de (uma causa) produzir determinado efeito; qualidade ou carácter do que é eficaz. 2. Segurança de um bom resultado; validade, actividade, infalibilidade. 3. Poder de persuasão. 4. Efeito útil. 5. Qualidade de quem ou do que tem uma acção eficaz; capacidade, produtividade. 6. Real produção de efeitos. (…)»

Resumidamente, podemos dizer que o termo aplicado para o significado de gastar dinheiro significa que os consumos serão de qualidade, bem escolhidos e definidos; com um propósito.

Dito isso, vamos às nossas 5 dicas!

Dica #1: Faça a sua planilha.

como fazer uma planilha de gastos
(Fonte: https://tecnologia.uol.com.br/album/planilha_de_gastos_excel_album.htm#fotoNav=11)

Esta ferramenta é importantíssima na hora de elencar a prioridade de gastos, como já explicamos aqui no passo-a-passo para montar a sua própria planilha.

Não se planejar é uma falha enorme tentar se educar financeiramente e controlar os seus gastos para melhorar o seu orçamento. Esse tipo de erro te leva ao descontrole.

Ao desenvolver a sua planilha, lembre-se da palavra-chave: eficácia.

Desconte os gastos obrigatórios (aluguel, plano de saúde, contas de energia e água…) e acrescente as suas fontes de renda. Feito isso, fica mais fácil entender em qual categoria de gasto o seu dinheiro pode (e deve) ser poupado.

Dica #2: Crie um orçamento.

A planilha vai te nortear em relação ao seu histórico de gastos e remuneração, te ajudando a compreender quais as suas falhas e necessidades.

Com ela, você será capaz de criar um orçamento fiel à sua realidade e nivelar os seus objetivos dentro das suas necessidades. Não adianta você querer poupar R$ 3 mil reais mensais quando você ganha R$ 5 mil todo mês e os seus gastos fixos consomem R$ 2 mil.

Ao considerar os seus gastos fixos no planejamento, lembre-se de fazer a média de cada mês ao longo do último ano e acrescentar 5% (ex.: se o seu aluguel é R$ 1 mil, estime-o como sendo R$ 1.050 mensais).

Dica #3: Use os impostos ao seu favor.

educação financeira pessoal

Dentre as várias formas de investimentos e aplicação das quais já falamos por aqui, várias delas te proporcionam benefícios agregados aos impostos.

Por exemplo, se você coloca o dinheiro diretamente na folha de pagamento de um plano de previdência, é possível abater esse valor do imposto de renda

Algumas empresas, inclusive, oferecem uma combinação parcial para contribuições de aposentadoria, o que pode ajudar mais ainda.

Dica #4: Respeite o seu planejamento.

educação financeira pessoal

É tentador dar uma escapadinha do definido na sua planilha e poupar 5% ao invés dos 12% delimitado por você no momento do planejamento.

Entretanto, sabemos que de modo a fazer funcionar os planos e atingir os seus objetivos, é necessário ser fiel e honesto com os seus próprios gastos.

Anote tudo e transfira logo que receber o salário a quantia destinada para ser investida, dessa forma você sofrerá menos tentações ao ver aquele dinheiro parado a conta corrente.

Se você sabe quanto vai ganhar mês após mês, use essa ferramenta ao seu favor e saiba sempre quanto poderá poupar, respeitando estes valores.

Dica #5: Invista.

educação financeira pessoal

Seja em ações da bolsa de valores, Tesouro Direto, CDB, Previdência Privada ou qualquer outro tipo de investimento, o importante é não deixar o seu dinheiro parado!

Esteja sempre estudando e diversificando os seus modelos de investimento: é importante não apostar todo o seu dinheiro em apenas um tipo.

Dica: apesar de não apresentar resultados tão substanciais quanto os citados acima, experimente pequenos exercícios para te ajudar a compreender como pequenos valores podem virar grandes montantes. Exemplo: guarde seus trocos pelo período de um mês e se surpreenda com a quantidade.

Considerações finais

Bolsa de Valores para iniciantes

Planejamento é a chave para obter sucesso a maioria das coisas das nossas vidas: o seu orçamento não poderia ser diferente.

Lembre-se que essas regras são únicas: estude, pesquise e modele a sua vida financeira dentro aquilo que mais condiz com a sua capacidade de respeita-las.

No fim das contas, o importante é que você consiga corrigir os erros, planejar e poupar. Dessa forma, respeitando o que foi estabelecido por você, é só observar a sua vida financeira mudar diante dos seus olhos!

Dica Extra: Mas caso você queira dar um passo a mais no aprendizado de finanças pessoais e ir direto ao ponto sem enrolação, tenho aqui um curso online do Gustavo Quadros. Lá você irá aprender como ter um melhor controle do seu dinheiro. Além de fazer sobrar no final do mês para começar a investir.

Convido você acessar a página do curso e ver maiores detalhes.

Este é o primeiro passo caso queira ter uma reserva financeira de 6 meses de sustento caso percam o emprego na Crise, sem precisar recorrer ao seguro-desemprego e FGTS, então este é o primeiro passo que você precisa.

Clique e saiba mais sobre o curso que tenho certeza que irá gostar.

Bons estudos!

Ebook Grátis: Como Investir no Tesouro Direto
Como Investir Com Rendimento
  • Passo a Passo como investir
  • Qual o melhor título para investir
  • Rentabilidade de cada título
  • Prática do início ao fim
  • Um das melhores aplicações atualmente
  • Saiba porque fugir da poupança