Investir em imóveis dá lucro?

Desde que o mundo é mundo nossos pais, avós e tios sempre disseram: “investir em imóveis é o melhor tipo de negócio”, “imóveis sempre valorizam”, entre outros jargões. Mas será mesmo que investir em imóveis hoje em dia é uma boa forma de aplicação financeira?

Uma dica muito interessante do blog “Investimento em imóvel” é prestarmos atenção em todos os custos envolvidos na aquisição de um imóvel que vamos revender ou alugar. O primeiro passo é entender que para investir em imóveis é preciso dedicar tempo: tanto para encontrar boas ofertas, visitar os imóveis, fechar o negócio e como para finalmente alugar ou vender.

Isso tudo demanda uma série de custos que vão desde as ligações telefônicas que você faz para imobiliárias e construtoras até as visitas ao local do empreendimento para confirmar se o imóvel é realmente tudo que falam no anúncio, as transações imobiliárias que costumam ser caras e envolver corretores e o pagamento de impostos. Esses custos devem ser colocamos na ponta do lápis para depois podermos calcular o lucro que teremos com o negócio.

Investir em imóveis dá lucro

Esses detalhes ficaram muito mais complexos com a crise econômica, pois nos últimos dois anos a demanda por alugueis diminuiu e os altos juros da economia se tornaram um grande empecilho para este investimento. De acordo com uma reportagem da Folha, divulgada em janeiro de 2016, o número de vendas e lançamentos de imóveis novos foi o mesmo número de lançamentos de 1990. Segundo outra reportagem, veiculada no Fantástico, os “distratos”, que são as rescisões de contratos entre compradores e incorporadoras tiveram uma alta de 20% de 2014 para 2015, sendo que 60% dos casos de rescisão tiveram como motivo a falta de condições de pagamento ou de renda.

Com este cenário de pouca procura, as construtoras tendem a segurar mais os projetos (lançar menos empreendimentos). E você sabe: quando diminui a procura, aumentam os preços.

queda da oferta de imoveis - blog aplicacoes financeiras
Fonte: Folha

Segundo informações do Infomoney, nem tudo está perdido. A tendência, dizem os especialistas é que o mercado imobiliário volte a melhorar nos próximos anos. Outras vantagens são: a segurança do investimento, já que um imóvel é um bem físico e “palpável”, a geração de renda vitalícia e a valorização dos imóveis (quando bem localizados e negociados por um bom preço). Outros fatores que você precisará avaliar antes de investir em imóveis:

  • Rentabilidade: os imóveis não costumam ter uma grande rentabilidade comparados a outras aplicações financeiras. Uma forma de calcular a rentabilidade com um aluguel, por exemplo é avaliar o correspondente entre o aluguel e o valor do imóvel. Por exemplo, um imóvel adquirido por R$ 100 mil alugado por R$ 1.000,00 terá te dado um retorno de 1% ao mês. Ainda é possível perder dinheiro caso o local do seu imóvel se desvalorize! (Veja aqui o que pode desvalorizar um imóvel)
  • Liquidez: Alguns imóveis podem ter mais liquidez – rapidez de ser vendido ou alugado – que outros. Algumas curiosidades sobre liquidez de imóveis: propriedades no interior (ou no campo) são tendem a ter menos liquidez (já viu quanto tempo demora para vender uma chácara, por exemplo?), imóveis relacionados a lazer e casas muito grandes também são menos líquidos.

Algumas dicas finais para quem quer investir em imóveis:

  • Compre um imóvel baseado na lucratividade e não na beleza ou sentimento pessoal sobre o empreendimento;
  • Não basta encontrar o imóvel perfeito, é preciso conseguir negociá-lo por um bom preço;
  • Apesar de toda a dor de cabeça envolvida com as construções, este ainda pode ser um negócio mais lucrativo que comprar pronto;
  • Valorize muito a localização e a finalidade do imóvel naquela região (se for uma região comercial, por exemplo, não faz sentido comprar um imóvel residencial);
  • Cuidado onde vai construir (às vezes o plano diretor do município não autoriza determinadas construções);
  • Nem todo imóvel na planta é vantajoso;
  • Comprar imóveis usados pode ser um bom negócio, desde que você encontre uma boa oferta;
  • Cuidado com imobiliárias e construtoras (verifique o histórico delas no Procon e na Justiça antes)
  • Procure comprar um imóvel já locado;
  • Analise o histórico do imóvel antes de comprar;
  • Procure uma imobiliária experiente para evitar inquilinos caloteiros;

Investir em imóveis é como investir em qualquer outra aplicação financeira: existem vantagens e desvantagens. O segredo é sempre estudar cada uma delas e analisar o seu perfil. Se você está diante de uma ótima oportunidade de adquirir um bom imóvel, muito bem localizado, por um preço baixo é claro que você não pode perder esta chance. Mas se você comprar um imóvel residencial em uma zona comercial, por exemplo, é muito provável que você não consiga se desfazer dele depois.

Dica Extra: Convido você a assistir uma aula online e gratuita onde meu xará André Fogaça ensina “Como Ganhar de R$ 1 mil a R$ 5 mil por mês com dividendos”.

Mas calma, muita calma…. eu sei que essa promessa parece boa demais para ser verdade e eu nem quero você acredite nisso nesse momento.

Apenas faça sua inscrição, assista e depois me diga se o que você aprendeu faz sentido ou não. Combinado?

Clique aqui para se inscrever na aula: “Como Ganhar de R$ 1 mil a R$ 5 mil por Mês Com Dividendos”

Bons investimentos!