O que é planejamento financeiro?

Seja para quem é empreendedor, investidor, assalariado e até o governo, o planejamento financeiro é fundamental para que todos tenham uma vida financeira saudável e melhor. No caso do empreendedor, sem um planejamento financeiro adequado é impossível saber, por exemplo, controlar o fluxo de caixa, desenvolver planos de ação ou de investimentos, projetar crescimentos, prever quedas ou mesmo saber qual é lucro da empresa. Sem planejamento financeiro não há gestão empresarial.

Quanto aos assalariados, sem o planejamento financeiro não é possível poupar, investir ou colher os frutos de um investimento. Não é possível planejar, por exemplo, a compra de uma casa própria, de um carro ou realizar a viagem dos sonhos. Sem planejamento financeiro é bastante provável que você não tenha o mínimo controle sobre suas finanças: você não sabe quanto entra e quanto sai, apenas fica surpreso quando o dinheiro acaba e muitas coisas que você havia pensado em fazer acabam ficando de lado ou para o próximo mês.

No Brasil por muito tempo não existia nenhuma iniciativa nas escolas que levasse o tema da educação financeira ao alcance de crianças e adolescentes. Pesquisas revelam que 3 em cada 4 famílias sentem alguma dificuldade para chegar ao fim do mês com seus rendimentos. Felizmente, esta é uma realidade que tem mudado. Veja algumas boas iniciativas sobre educação financeira no Brasil:

Vida e Dinheiro
Serasa Educação Financeira
Educação Financeira Para Todos
Caderno de Educação Financeira do Banco Central
Finanças Práticas da Visa

Mas afinal, o que é planejamento financeiro? 

Planejar é organizar. E para organizar é preciso que você conheça a fundo a situação da sua vida financeira para só depois, conseguir traçar seus objetivos (onde você quer chegar) e entender quais caminhos poderá seguir para alcançar as suas metas. Você precisa enxergar do começo ao fim tudo o que acontece com o seu dinheiro (seja ele pouco ou muito!). Você já ouviu falar daquelas pessoas, que, com pouco dinheiro conseguiram comprar a casa própria, um carro ou mesmo entrar para a faculdade? Ou já ouviu falar também de pessoas que era muito ricas e, de uma hora para a outra, por má administração de seus negócios ou de seu dinheiro perderam tudo? Pois é, tudo isso tem a ver com planejamento financeiro.

Veja algumas vantagens do planejamento financeiro para a sua vida:

  • Você consegue enxergar tudo o que acontece com o seu dinheiro;
  • Você consegue saber quanto dinheiro está faltando ou sobrando e assim, pode tomar providências para levantar mais dinheiro ou investir o montante que sobra em alguma aplicação financeira;
  • Você pode entender o real significado do dinheiro e como ele ajuda a conquistar seus objetivos;
  • Você pode realizar coisas que antes não conseguia por conta do endividamento;
  • Você consegue eliminar dívidas e dores de cabeça com credores e bancos;
  • É possível ajudar outras pessoas que também precisam administrar melhor suas finanças;
  • Exerce melhor seu papel como cidadão, contribuindo para o desenvolvimento da economia;
  • Passa a ter visão mais consciente do consumo;
  • Conquista uma vida mais tranquila no longo prazo (aposentadoria);
  • Pode ensinar aos seus filhos e netos o que aprendeu;

Agora que você conhece todos os benefícios de ter um planejamento financeiro você deve estar se perguntando: mas como tirar o planejamento do papel? Por onde começar?

Uma dica legal do Caderno do Banco Central “Cidadania Financeira” é começar definindo o seu sonho e concretizando-o. Por exemplo, você pode sonhar em ter um carro, mas isso é muito vago. Defina: qual é o carro que você quer? Quais os opcionais que você quer incluir? Ou, quem sabe, o seu sonho seja fazer uma viagem. Para realizar esse sonho, você precisa definir para onde você quer ir, por quanto tempo, em que tipo de hospedagem você pretende ficar, etc. Conseguiu entender?

O segundo passo é definir como você vai conseguir alcançar o seu sonho. Por exemplo, para comprar o seu carro você precisa saber qual é o valor e quanto você poderia poupar mensalmente num prazo estabelecido (pode ser 1 ou 2 anos, por exemplo). Dependendo do prazo você poderá investir o seu dinheiro numa aplicação financeira de curto ou longo prazo. Leia aqui: Passo a passo para começar a ganhar dinheiro com aplicações financeiras

Com o passar do tempo reavalie sua situação financeira e também a sua meta. Se você receber um aumento, por exemplo, conseguirá poupar mais dinheiro. Se o preço do carro aumentar, talvez seja o momento de reconsiderar outro veículo ou um veículo compatível, porém de outra marca e por aí vai. Tudo pode mudar em pouco tempo, mas o importante é não desanimar e comemorar a cada conquista.

Para ajudar no planejamento financeiro, comece fazendo um orçamento, incluindo nele todas as receitas (entradas) e todas as despesas (saídas). Aquilo que sobra da equação (Entrada – Despesas) deverá ser poupado ou investido para aquilo que você definiu como sonho a ser realizado. O orçamento te ajudará a visualizar tudo o que acontece com o seu dinheiro e será o seu maior aliado durante o planejamento. Não se esqueça de incluir todas as entradas e despesas (mesmo que sejam pequenas) de curto e longo prazo.

Veja alguns exemplos de entradas:

  • Salário líquido;
  • Freelas;
  • Nota Fiscal Paulista;
  • Restituição do Imposto de Renda;
  • Rendimento da poupança

Veja alguns exemplos de despesas:

  • Aluguel;
  • Água;
  • Luz;
  • Telefone;
  • Faculdade;
  • Plano de Celular

O orçamento será fundamental para o sucesso do seu planejamento e para você conseguir de fato alcançar os seus objetivos. Compreender o que são necessidades e o que são desejos também será essencial para que você defina quais são as suas prioridades no plano de metas. Lembre-se: avaliar os efeitos de suas escolhas é importante para prever qual será sua qualidade de vida no presente e no futuro.

Gostou deste post? Deixe um comentário!

Dica Extra: Mas caso você queira dar um passo a mais no aprendizado de finanças pessoais e ir direto ao ponto sem enrolação, tenho aqui um curso online do Gustavo Quadros. Lá você irá aprender como ter um melhor controle do seu dinheiro. Além de fazer sobrar no final do mês para começar a investir.

Convido você acessar a página do curso e ver maiores detalhes.

Este é o primeiro passo caso queira ter uma reserva financeira de 6 meses de sustento caso percam o emprego na Crise, sem precisar recorrer ao seguro-desemprego e FGTS, então este é o primeiro passo que você precisa.

Clique e saiba mais sobre o curso que tenho certeza que irá gostar.

Bons estudos!

Ebook Grátis: Como Investir no Tesouro Direto
Como Investir Com Rendimento
  • Passo a Passo como investir
  • Qual o melhor título para investir
  • Rentabilidade de cada título
  • Prática do início ao fim
  • Um das melhores aplicações atualmente
  • Saiba porque fugir da poupança